651r1agat1oepe9bmvgu shutterstock 623156369
Mindset Coach Luís Barbudo
3 Dicas para Potenciar o Seu Exercício
8:09
 

3 Dicas para Potenciar o Seu Exercício

exercício foco visualização Dec 08, 2021

Nem sempre colocar uns ténis para ir andar ou fazer um treininho em casa é o suficiente para ter os resultados pretendidos. Às vezes não apetece mesmo nada, e não basta seguir o plano de treino sem vontade, até porque, se o fizer só por “descargo” de consciência, é muito provável que desista ao fim de 1 ou 2 meses.

Vemo-nos muitas vezes a adiar um treino em casa, na rua ou uma ida ao jardim (esperamos que brevemente) só de pensar que temos de dispender aquele tempo de treino pelo menos por uns 60 a 90 minutos, porque não é só o tempo do treino. São 5 minutos para vestir, 5 a 10 minutos para chegar ao local do treino (se for na rua), 5 minutos para aquecer, fazer o treino, 5 minutos alongar, vir para casa, tomar duche, trocar de roupa e estar pronto para trabalhar. A ideia de que, se não estiver pelo menos 2 horas não tem resultados, está longe de ser verdade.  

Organização é fundamental e por vezes, dependendo do tipo de treino, 20 minutos poderão ser suficientes.

A atenção que dedica ao seu treino é sem dúvida um fator determinante e para ter resultados e começar a “senti-los” imediatamente, logo no primeiro treino faça o seguinte:

Teste o seu 1 -10

Esta escala modificada de Borg é subjetiva e varia consoante o seu nível de resistência e capacidade. Ou seja, de 1 a 10 sendo 10 o seu máximo e 1 o seu mínimo, tente treinar perto dos 8. Recordo que, num mesmo indivíduo, este número pode variar consoante dias e horários pois nem sempre estamos com um nível energético idêntico.

Certifique-se que dá realmente o seu melhor e lembre-se que os resultados são para si e mais ninguém. Ouça o seu corpo, os seus músculos, os seus pulmões. Conheço muita gente que só presta atenção às pulsações que o relógio indica. Aprenda a ouvir o seu corpo e a perceber se pode dar mais ou se já está no limite. A escala de Borg funciona quando conhecemos os nossos limites. Se “rebentar” com a escala, pare. Recomponha-se e comece de novo. Já sabe que acabou de atingir o valor 10 da escala.

Visualização

Enquanto faz o exercício, veja-se a fazer o mesmo na sua mente, no seu melhor, com uma resistência e capacidade extraordinárias. A sua melhor versão de si. Compita com o seu Eu de ontem, da semana passada. Visualize-se a realizar o exercício na perfeição e a tirar proveito de todos os benefícios. Veja-se a melhorar a cada repetição, supere-se!

Foco

Mantenha sempre em mente o que o levou a fazer o que está a fazer. Quais são as razões de estar ali? Qual é o seu foco? Pense nos seus objetivos a curto e a longo prazo. Lembre-se que “grão a grão enche a galinha o papo” e “uma maratona começa sempre com o primeiro quilómetro”.

Mantenha a urgência, mas tenha paciência. Tudo o que vale a pena leva tempo.

Livre-se de todas as distrações. Use apenas o telefone se for para ouvir música que motive. Coloque em modo voo. Este é o seu tempo, torne-o de extrema importância e não deixe que ninguém o “roube” de si. Pode ter outro tempo, noutra altura, noutro dia, noutra semana, mas o tempo deste treino (de hoje) é só este. Seja restrito e exigente com o seu tempo de treino, principalmente se tem tempo limitado. Com estas dicas e bem gerido, mesmo 20 minutos realizados regularmente são suficientes para lhe garantir os resultados que deseja.

Bons treinos!!

Luís Barbudo

Fique a saber das novidades e eventos!

Subscreva a lista de email para receber reflexões e conteúdos úteis ao desenvolvimento do Corpo&Mente.
Não se preocupe que os seus dados estarão seguros connosco e não serão partilhados com terceiros.

Detesto SPAM. A sua informação não será vendida por nenhuma razão.